Existe lugares que no momento que você adentra já proporcionam uma sensação de tranquilidade e paz, não é mesmo? Mesmo quem não é especialista da área, consegue perceber a sensação que alguns ambientes podem fornecer, por isso, construir ambientes harmônicos é fundamental. Quando falamos de harmonia de ambientes, falamos de neuroarquitetura, você conhece ou já ouvir falar desse termo?

A neuroarquitetura é a junção de dois conceitos que, a princípio, parecem não ter muita relação entre: a neurociência e a arquitetura. Porém, quando colocados juntos, são capazes de criar uma nova maneira de se pensar o design de interiores. Sempre foi de conhecimento humano que é preciso criar ambientes que sejam harmoniosos e apropriados, principalmente quando se trata de escritórios, salas de reunião, lugares de estudo, entre outros.

Confira alguns pontos principais para aplicar a neuroarquitetura com sucesso em seus projetos e até mesmo na sua casa!

LUZ NATURAL

Ambientes iluminados são capazes de transmitir mais tranquilidade, e a luz natural é mais fundamental que as luzes artificiais. A iluminação natural, faz com que as pessoas e o ambiente estejam mais conectados com a natureza. Ao desenvolver ou construir espaços, priorize janelas grandes, com isso a luz do sol sempre estará presente no dia-dia. Além disso, você pode utilizar uma cortina ou persiana para realizar o controle diário da iluminação, dessa maneira, não atrapalhando nas atividades. Quanto a luz artificial, dê preferência para as luzes brancas, pois elas reduzem a sensação de sono.

ORGANIZAÇÃO É FUNDAMENTAL

Quando se trata de locais que são usados para trabalho e concentração, evite itens que podem causar distração. Uma boa ideia é aplicar o conceito de minimalismo e adicionar ao ambiente apenas o que é necessário. Para criar a disposição dos móveis, tente criar espaços livres para circulação e evitar a sensação de claustrofobia naqueles que deverão estar ali. Além disso, mantenha sempre a mesa de trabalho organizada, evitando muitos papeis e outros itens sobre ela, uma mesa mais organizada ajuda na concentração e na produtividade.

CORES

Muito mais do que usar a ciência das cores para descobrir as melhores combinações para os ambientes, é preciso usá-las de acordo com a forma como elas podem influenciar nos seres humanos, afinal, cada uma delas age de uma forma diferente no cérebro. Dê preferência sempre para cores mais leves, principalmente no local de trabalho, dessa forma, o ambiente se torna mais aconchegante e leve para a visão. Uma tonalidade muito forte ou escura, pode tornar o ambiente mais pesado.

SILÊNCIO

O som tem forte influência na concentração e no rendimento dos colaboradores.  O isolamento acústico e os sons suaves promovem tranquilidade, concentração e conforto auditivo. Isso é indispensável em escritórios.  Além disso, o volume de ruídos está relacionado não só ao humor, mas, também, à saúde física do colaborador. O recomendado para postos de trabalho nos escritórios está entre 60 e 65 decibéis.

(Total de 36 visitas, 1 visistas somente hoje)

Adicionar Comentário